Se a Ucrânia continuar se defendendo com sucesso, Putin ameaçará com ataques nucleares - Pentágono

Publicado por: Miken
18/03/2022 10:37:48
Cortesia Editorial Pixabay/iStock
Cortesia Editorial Pixabay/iStock

O presidente russo, Vladimir Putin, ameaçará usar armas nucleares contra o Ocidente se a resistência da Ucrânia à guerra continuar, de acordo com o serviço de inteligência do Pentágono.

 

Detalhes : A combinação de desobediência da Ucrânia e sanções econômicas colocará em risco "a capacidade da Rússia de produzir munições modernas de alta precisão", disse Berrier em uma audiência perante o Comitê de Serviços Armados da Câmara na quinta-feira.

 

O relatório de inteligência consistia em 67 páginas. Ele disse que a guerra prolongada ameaçou reduzir o arsenal modernizado de armas da Rússia, e as sanções econômicas provavelmente mergulharão a Rússia em uma prolongada depressão econômica e isolamento diplomático.

 

O discurso direto de Berrier : "Como esta guerra e suas consequências enfraquecem gradualmente as forças convencionais da Rússia, é provável que ela confie cada vez mais em seus dissuasores nucleares para sinalizar ao Ocidente e projetar força em seu público interno e externo."

 

Mais detalhes : Berrier acrescentou que, apesar da resistência mais forte do que o esperado da Ucrânia e das perdas relativamente altas nos estágios iniciais do conflito, Moscou parece determinada a seguir em frente usando meios mais mortais até que o governo ucraniano esteja pronto para concordar com termos favoráveis ​​para Moscou. 

 

Esta avaliação do Pentágono foi feita às vésperas de uma conversa telefônica entre o presidente dos EUA, Joe Biden, e o presidente chinês, Xi Jinping.

 

Fonte : Diretor de Inteligência do Departamento de Defesa dos EUA, tenente-general Scott Berrier, citado pela Bloomberg

 

Embora as autoridades dos EUA estejam trabalhando duro para entender a posição da China na guerra, Biden buscará a ajuda de Xi , aumentando a pressão sobre Moscou para encerrar a guerra.

Imagens de notícias

Tags:

Compartilhar

Comentários