Júri realizado em São José dos Campos condena ré pela morte de músico norte-americano

Publicado por: admin
04/12/2021 08:30:58
Cortesia Editorial Pexels
Cortesia Editorial Pexels

Pena fixada em 30 anos de reclusão.

 

Tribunal do júri encerrado na noite de hoje (2) em São José dos Campos condenou mulher acusada de assassinar músico norte-americano que conheceu pela Internet. Pelo homicídio qualificado por emprego de asfixia e praticado para assegurar a impunidade de crime anterior, a pena foi fixada em 30 anos de reclusão, em regime inicial fechado.


Consta dos autos que o músico, acreditando que seu sentimento era correspondido, manteve relacionamento a distância com a acusada. “A prova também dá conta de que a ré se valeu de tal situação para reiteradamente fazer a vítima crer que ela passava por dificuldades e convencê-lo a prestar-lhe auxílio financeiro”, descreveu o juiz Milton de Oliveira Sampaio Neto em sua sentença. Quando ele veio ao Brasil em abril de 2006, a acusada manteve-o dopado em cárcere privado por cinco dias enquanto fazia compras e sacava dinheiro da conta dele. Depois, matou-o e abandonou o cadáver queimado em uma estrada. Posteriormente, a mulher foi presa em flagrante, processada e condenada por crime de roubo qualificado. Ela e outro réu foram condenados pela ocultação de cadáver, mas o magistrado reconheceu a prescrição do crime. Um terceiro réu foi absolvido pelos jurados.


Na fixação da pena, o magistrado ressaltou “a alta reprovabilidade da conduta da ré e a periculosidade de sua personalidade”. Ele negou à condenada o direito de apelar em liberdade e determinou sua imediata prisão.

 

Processo nº 0729511-13.2006.8.26.0577

Fonte: Comunicação Social TJSP 

Imagens de notícias

Tags:

Compartilhar

Comentários