Pessoas com traços de personalidade “sombrias” reagiram à pandemia de forma diferente | TVFORENSE.com Televisão via Internet

Embora (quase) toda a população do mundo tenha estado a viver a mesma pandemia nos últimos meses, nem todas as pessoas reagiram a esta da mesma forma. Um estudo sugere que existem diferenças distintas na forma como vá...

comportamento, narcisismo, psicopatia, sadismo, maquiavelismo, psicologia, psiquiatria, medo

Pessoas com traços de personalidade “sombrias” reagiram à pandemia de forma diferente

Publicado por: admin
13/01/2021 17:57:06
Courtesy Pixaby
Courtesy Pixaby

Embora (quase) toda a população do mundo tenha estado a viver a mesma pandemia nos últimos meses, nem todas as pessoas reagiram a esta da mesma forma. Um estudo sugere que existem diferenças distintas na forma como vários indíviduos com traços de personalidade mais “sombrios” reagiram à covid-19.

 
 

De acordo com o recente estudo, esses traços de personalidade sombrios incluem narcisismo, psicopatia, sadismo e maquiavelismo – referidos na psicologia como “tríade negra”.

 

Através de uma análise a 402 indivíduos norte-americanos, com idades compreendidas entre os 18 e os 78 anos, uma equipa de investigadores da Universidade do Mississippi descobriu que havia algumas diferenças subentendidas, mas percetíveis, ligadas a esses traços de personalidade.

 

“As nossas descobertas indicam que, durante os estágios iniciais da pandemia nos Estados Unidos, as pessoas com uma personalidade mais “negra” obtiveram diferentes respostas cognitivas e emocionais à pandemia”, escreveram os autores no estudo publicado no NCBI em novembro de 2020.

Durante a pesquisa, os participantes preencherem um questionário sobre os seus sentimentos, pensamentos e comportamentos durante a pandemia, revela o Science Alert.

 

O estudo indica que pessoas com traços narcisistas e maquiavélicos lutaram emocionalmente contra a agitação social que a pandemia trouxe. Porém, a pesquisa descobriu que aqueles que se classificaram como tendo traços sádicos relataram grande afeto positivo em resposta à covid-19.

 

“Acredita-se que esses indivíduos obtenham prazer com eventos que geralmente são entendidos como tendo um impacto negativo na sociedade”, explicaram os autores.

 

A equipa sublinha que os resultados do estudo não significam que as pessoas envolvidas sejam narcisistas ou sádicos clínicos – simplesmente expressaram ter algumas dessas características.

 

No entanto, o artigo é uma análise importante sobre como os diferentes tipos de personalidade respondem à agitação social em grande escala, como a que está a ser vivida atualmente.

 

Além das respostas emocionais, os investigadores analisaram como é que os tipos de personalidade mudaram o comportamento das pessoas em resposta à pandemia.

 

Os resultados mostraram que nenhum dos traços de personalidade sombrios foram impulsionadores do comportamento de açambarcamento. Contudo, pessoas com traços narcisistas ou psicopáticos eram menos propensas a envolverem-se em limpezas regulares, como desinfetar áreas tocadas com frequência

.

Enquanto os indivíduos com traços maquiavélicos tinham mais medo de contrair covid-19, os que revelam traços narcisistas relataram ter participado em ações de ajuda a pessoas afetadas pela pandemia. Os investigadores garantem que estas conclusões são corroboradas por pesquisas anteriores, que descobriram que os narcisistas tem atitudes pró-sociais para obter a aprovação de outras pessoas.

 

Segundo a psicologia, os narcisistas confiam no feedback social para apoiar a sua auto-imagem, e os maquiavélicos são conhecidos por explorar outras pessoas no sistema social para alcançar os seus próprios objetivos.

 

Para clarificar melhor os resultados apresentados, os investigadores sugerem que deverão ser realizadas mais pesquisas durante um período de tempo mais longo, de modo a compreender como diferentes personalidades respondem a situações de crise.

 

“Os resultados do estudo representam uma adição importante à nossa compreensão de como os traços de personalidade sombrios funcionam em tempos incertos“, rematam os investigadores.

 

Originalmente Publicado por: Ana Moura, Planeta ZAP //

Imagens de notícias

Tags:

Compartilhar

A Carne é Fraca

Vídeos relacionados