Antes de apresentar sintomas, o coronavírus espalha-se rapidamente | TVFORENSE.com Televisão Para Dispositivos Móveis

Ainda antes de apresentar sintomas, a Covid-19 espalha-se rapidamente, sugere um novo estudo. Mais de 10% dos pacientes foram infetados por pessoas que ainda não tinham apresentado sintomas.   Os resultados de um novo estudo, levada a cabo por investig...

corona, virús, pandemia, epidemia, contágio, mortes, china, wuhan, oms, notícias, infectologistas

Antes de apresentar sintomas, o coronavírus espalha-se rapidamente

Publicado por: admin
20/03/2020 14:42:23
SARS-CoV-2, o coronavírus que causa a Covid-19 - Alissa Eckert / CDC
SARS-CoV-2, o coronavírus que causa a Covid-19 - Alissa Eckert / CDC

Ainda antes de apresentar sintomas, a Covid-19 espalha-se rapidamente, sugere um novo estudo. Mais de 10% dos pacientes foram infetados por pessoas que ainda não tinham apresentado sintomas.

 

Os resultados de um novo estudo, levada a cabo por investigadores da Universidade do Texas, nos EUA, mostram que o coronavírus pode-se espalhar muito mais rapidamente e precocemente daquilo que pensávamos. Mais de 10% dos pacientes são infetados por alguém que tem o vírus, mas que ainda não manifestou qualquer sintoma.

 

A velocidade a que uma pandemia se expande depende fundamentalmente de dois fatores: quantas pessoas cada caso infeta e quanto tempo leva para a doença se espalhar. Em média, a Covid-19 demora quatro dias a ser transmitida para outro indivíduo. Este curto intervalo significa, de acordo com o Tech Explorist, que surto emergentes vão proliferar e podem ser um desafio para travar.

 

“Os dados sugerem que este coronavírus pode espalhar-se como uma gripe. Isto significa que precisamos de agir rápida e agressivamente para conter a ameaça emergente”, conclui a coautora do estudo Lauren Ancel Meyers.

Esta nova evidência pode orientar as autoridades de saúde pública sobre como conter a propagação da doença. O estudo foi publicado, na semana passada, na revista científica Emerging Infectious Diseases. A investigação teve em consideração mais de 450 casos de 93 cidades diferentes na China.

 

“Isto oferece evidências de que medidas abrangentes de controlo, incluindo isolamento, quarentena, fecho de escolas, restrições de viagens e cancelamento de grandes ajuntamentos de pessoas, podem ser justificadas. A transmissão assintomática dificulta a contenção“, clarificou Meyers.

“As nossas descobertas são corroboradas por casos de transmissão silenciosa e aumento da contagem de casos em centenas de cidades de todo o mundo. Isto diz-nos que os surtos de Covid-19 podem ser ilusórios e exigir medidas extremas“, acrescentou a especialista.

 

Fonte: Planeta ZAP //

Imagens de notícias

Tags:

Compartilhar

A Carne é Fraca