É possível fazer gel desinfetante para as mãos em casa | TVFORENSE.com Televisão via Internet

Com as preocupações cada vez mais crescentes relacionadas com o novo coronavírus, os desinfetantes para as mãos começam a faltar nas prateleiras dos supermercados e farmácias. O desinfetante caseiro pode ser uma solução, mas os especialistas alertam pa...

receita, gel, desinfetante, alcool

É possível fazer gel desinfetante para as mãos em casa

Publicado por: admin
14/03/2020 19:44:40
Courtesy Pixabay
Courtesy Pixabay

Com as preocupações cada vez mais crescentes relacionadas com o novo coronavírus, os desinfetantes para as mãos começam a faltar nas prateleiras dos supermercados e farmácias. O desinfetante caseiro pode ser uma solução, mas os especialistas alertam para a necessidade de ser usada a “receita” certa.

 
 

O desinfetante para as mãos não é a primeira estratégia para prevenir a infeção. A lavagem frequente com água e sabão, durante pelo menos 20 segundos, é o melhor método para reduzir os germes e a transmissão de doenças, de acordo com os Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC). Na falta de água e sabão, os desinfetantes podem ser a alternativa.

 

O CDC recomenda que os desinfetantes contenham 60% a 95% de álcool para eliminar os germes. Além disso, é de salientar que os desinfetantes funcionam melhor em mãos limpas e podem ser menos eficazes quando as mãos estão oleosas ou visivelmente sujas.

 

Os desinfetantes para as mãos caseiros podem reduzir a exposição aos micróbios, mas somente se tiverem a proporção correta de álcool para outros ingredientes. “Sabemos que funciona – apenas verifique se tem a quantidade de álcool suficiente”, alerta Stephen Morse, professor de epidemiologia na Universidade Columbia, em Nova York.

À CBS News, o especialista explicou que a adição de um emoliente, como gel de aloe vera ou glicerina, impedirá o desinfetante de secar a pele. Além disso, os óleos essenciais darão à mistura um cheiro agradável.

 

Segundo a Live Science, com base na proporção recomendada pelo CDC, um desinfetante caseiro feito com 161 mililitros de álcool isopropílico necessita de 79 mililitros de emoliente.

 

Por outras palavras, se a solução for composta por dois terços de álcool isopropílico a 91% e um terço de emoliente, o teor de álcool da mistura será de 60,6% (91 vezes 2/3). Para um teor alcoólico mais alto, poderá fazer uma solução com três quartos de álcool a 91% e um quarto de emoliente, produzindo uma mistura com um teor de álcool de 68% (91 vezes 3/4).

 

Uma receita artesanal de desinfetante para as mãos da Organização Mundial da Saúde (OMS) descreve uma solução com muito mais teor alcoólico. A mistura é feita com 833,3 mililitros de álcool etílico a 96% (à venda nos supermercados e farmácias), 41,7 ml de água oxigenada e 14,5 ml de glicerina (98%). Depois, é só encher um recipiente com água destilada ou fervida e já arrefecida até completar um litro, descreve o Público.

 

Se for armazenado numa embalagem bem fechada e com segurança, o desinfetante caseiro para as mãos pode durar semanas.

 

Ainda assim, a lavagem das mãos é mais eficaz na prevenção de doenças, uma vez que o sabão remove alguns micróbios que os produtos à base de álcool não conseguem remover.

 

Fonte: Planeta ZAP //

Imagens de notícias

Tags:

Compartilhar

A Carne é Fraca