Justiça condena homem que manteve companheira em cárcere privado | TVFORENSE.com Televisão para Dispositivos Móveis

Vítima ficou dois dias presa em porão.   A 9ª Câmara de Direito Criminal do Tribunal de Justiça de São Paulo manteve condenação de homem por prática de cárcere privado e coação no curso do processo contra sua esposa. As penas por ambos os...

tjsp, homicídio, feminicidio, infanticídio, juri, condenação, sentença, prisão, algemas, cadeia

Justiça condena homem que manteve companheira em cárcere privado

Publicado por: admin
05/12/2018 11:26:14
Courtesy Pixabay
Courtesy Pixabay

Vítima ficou dois dias presa em porão.

 

A 9ª Câmara de Direito Criminal do Tribunal de Justiça de São Paulo manteve condenação de homem por prática de cárcere privado e coação no curso do processo contra sua esposa. As penas por ambos os crimes totalizaram quatro anos e nove meses de reclusão, em regime inicial fechado. O homem manteve a vítima presa no porão por dois dias, porque acreditava que ela estivesse “fazendo a cabeça da família” contra ele. A mulher foi solta após uma vizinha acionar a polícia e o réu, preso em flagrante. 

 

O relator da apelação, desembargador Sérgio Coelho, ressaltou que restou plenamente provado que o acusado constrangeu a companheira mediante grave ameaça de morte e a manteve em cárcere privado. “Os depoimentos das testemunhas acusatórias e as declarações da vítima, acrescidos do auto de prisão em flagrante delito e boletim de ocorrência de autoria conhecida servem como prova cabal da materialidade delitiva e também se constituem em importantes elementos de prova para a definição da autoria e formação do juízo de culpabilidade”, afirmou.

 

Também participaram do julgamento os desembargadores Costabile e Solimene e Amaro Thomé. A votação foi unânime.

 

Fonte: Comunicação Social TJSP – RN (texto)

Imagens de notícias

Tags:

Compartilhar

A Carne é Fraca